magicalkingdoms.com Ticker
___________________________________________________________________________________

03
07/11
Arquivado em Cotidiano, Harry Potter às 19:14

Anteontem, sexta-feira, primerio dia do mês em que irá estreiar o filme mais esperado do todos os tempos, a Cinemark anuncou que as vendas para a pré-estréia desse filme em questão começaria no dia seguinte. A resposta desse anúncio foi um enorme grupo de pessoas saindo se suas camas muito cedo no sábado e ir correndo para o shopping para conseguir garantir um ingresso. Eu fui uma dessas pessoas.
Ontem, dia 02 de julho, eu, minha irmã e nossa amiga Lili chegamos ao Pátio Savassi por volta das 10 da manhã, animadas e certas de que, como a bilheteria ainda estava fechada e éramos as décimas da fila, conseguiríamos nossas entradas para Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2. Esse ânimo foi sumindo com o decorrer do dia, começando quando alguns minutos após estármos na fila esperando, um funcionário chegar e dizer que eles não tinham nenhuma informação sobre pré-venda nenhuma. A raiva foi geral. Algumas pessoas lá da frente chegaram até a elevar a voz, mas tivemos que concordar em sair da fila para que não atrapalhássemos a venda de ingressos de outro filmes já em cartaz. Para que tudo ficasse organizado e justo criamos uma “fila de papel” onde o nome das pessoas eram anotados na ordem em que chegou e assim não existiria nem uma injustiça na hora em que os ingressos começassem a serem vendidos.
Essa organização da lista não era uma ideia ruim (até mesmo a gerente gostou dela quando contamos) e ela ajudou o grupo a ficar unido enquanto esperava o tempo passar de uma forma mais divertida. O tempo foi passando e ficamos esperando… Esperando…

Por volta das duas, horário em que disseram que teriam alguma informação, Gil e Fabi (nossa “ministra” e salvadora) tentaram conversar com a gerente para negociar alguma coisa, pois a quantidade de pessoas na lista já era maior que a de lugares na ÚNICA sala que disseram que liberariam. Eu não os vi fazendo isso, estava na Americanas comprando comida para umas pessoas, mas quando voltei foi quando a confusão começou. Algumas infelizes entraram na fila para comprar ingressos (sim, a fila normal, aquela que pediram láááá no início para que NÃO entrássemos) e deixaram claro que não se importavam com lista nenhuma, pois elas tinham chegado primeiro (aham, tá bom Cláudia, senta lá agora). Isso formou um probleminha. Os atendentes, desesperados com toda aquela situação, chegaram a pegar o microfone e anunciar que não estava tinham informações de pré-estréia. Não era verdade, só queriam nos ver indo embora, algo que não aconteceu. A gerente chegou a garantir que seguiriam SIM a lista de nomes, mas isso não aconteceu.
A doce gerente da nosso gerente, já de saco cheio, mandou liberar a venda dos ingressos, sem seguir lista, fila ou ordem nem uma. Todos correram para comprar nos caixas, nas máquinas e na internet. E esse foi o resultado de quando ainda tinha uma pessoa na frente da Luly na fila:

Sim, os ingressos ficaram esgotados 120 segundos após serem colocados à venda. Isso me reduziu a lágrimas. Nossa última chence de ver HP na pré-estréia se esgotou.
Mas nem tudo estava perdido para aqueles que chegaram tão cedo. Gil (mesmo já tendo seus ingressos comprados) e Fabi (que tanto fez pelo pessoal que acabou sem) foram correndo falar com a gerente que estava disfarçada de vendedora de pipoca para conseguir conversar conosco e ela os contou, para nossa grande alegria e alívio, que quando viu o que tinha acontecido (os ingressos sendo liberados) ela ligou o bloqueou 30 deles. Sendo assim, as 30 primeiras pessoas da lista teriam direito de uma entrada. Era a salvação. Mas teríamos que ser rápidos e descretos, então, enquanto olhávamos quem estava na lista, quem compraria, quem teria direito ao ingresso e blábláblá fomos, gentilmente, expulsos do shopping. Estou falando sério! Expulsos!
Mas nem nossa expulsão conseguiu diminuir a animação do pessoal. Do lado de fora, bem perto da porta do shopping, nos reunimos e organizamos tudo e com a ajuda da Luly, Fabi conseguiu recolher todo o dinheiro (no meio da calçada) voltamos para dentro para conferir o dinheiro – no banheiro para não ter confusão – e entregar para a gerente, recebendo enfim as tão batalhadas entradas. Ah, sim, o dinheiro teve MESMO que ser contado no banheiro para não sermos expulsos novamente e aqui está a prova desse episódio RIDÍCULO:

Tadinha da Luly, mas enfim… Depois da contabilidade banheiral, Fabi foi pegar as entradas enquanto a galera toda esperava na praça de alimentação. E depois de nada mais nada menos do que SEIS horas eperando, o ingresso foi para minhas mãos. Nesse momento, para variar, Luly começou a chorar. Mas era de felicidade. Mesmos com tanta desordem do pessoal da Cinemark e do Pátio havíamos conseguido nossas entradas (incluíndo a do Gugui, resultado de uma conversa minha com a Bruna, uma das meninas que estava entre as 30 na lista). Foi sofrido, mas todos iremos nos encontrar no dia 14, beeeem antes da meia noite, onde haverá uma fila de verdade, muito mais felicidade e menos bolhas nos pés.
Agora, nosso final pode ter sido feliz, mas nem todos também tiveram um. O que aconteceu ontem no Pátio foi uma grande falta de respeito e de organização que tirou de muita gente essa última chance de ver Harry Potter na pré-estréia.

Para quem quiser ver o vídeo gravado pela Luly durante o tempo em que ficamos lá, aqui está:

E no blog dela, Sweet Luly, tem uma versão dos fatos contados de maneira mais “jornalistica”, ou simplesmente mais bem contada XD

Por fim, a recompensa de toda essa luta

xoxo, Daninha


16
03/11
Arquivado em Arte, Cultura, Harry Potter às 00:23

A Very Potter Musical é uma paródia musical da história dos livros Harry Potter, de J.K. Rowling, feita em 2009 por estudantes americanos da Universidade de Michigan.
Fiquei muito brava de só ter ficado sabendo de sua existência agora em pleno 2011 mas graças a Lili finalmente a assisti. Dei muitas e muitas risadas (principalmente nas partes do Draco) e as músicas são adoráveis e TÃO viciantes que fico escutando compulsivamente. Os atores são fantásticos, lógico, tendo como destaque Darren Criss como Harry e Lauren Lopez como Draco – que se saiu muito bem. As partes dela são as melhores.
O post ficaria gigantesco se eu falasse detalhadamente de cada parte do musical (é, eu realmente amei o trem), então só colocarei as minhas 15 partes favoritas:

• A música “Get Back to Hogwarts”;
• Draco rolando no chão;
• Harry e Rony falando “Thanks Hermione” todas as vezes que são retirados pontos da Grifinória;
• As desilusões da Gina, principalmente na música “Ginny”;
• Harry falando que Hermione é a “the best” enquanto apertanda seu nariz;
• Draco falando de Pigfarts;
• Rony bêbado no Baile de inverno;
• Dumbledore falando que ama o Snape;
• Quando Harry fica gritando que Cedrico é “o outro” e é “respondido”XD;
• O sapateado de Voldemort no cemitério;
• Hermione afirmando que Harry está com a mesma atitude de Garfield em uma segunda-feira;
• A última horcrux XP;
• O beijo de R/Hr;
• O dragão cantando junto com o Harry dutante a primeira tarefa;
• Voldemort dizendo que aprendeu que matar pessoas não as fazem gostar de você, apenas as deixam mortas.

Coloquei os links aqui no final para quem quiser assistir, algo que vale a pena fazer, principalmente os fãns de carteirinha V.I.P como eu.

Os links dos vídeos:

A Very Potter Musical – Legendado – Ato 1, parte 1
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 1, parte 2
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 1, parte 3
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 1, parte 4
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 1, parte 5
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 1, parte 6
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 1, parte 7
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 1, parte 8
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 1, parte 9
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 1, parte 10
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 1, parte 11
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 1, parte 12
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 1, parte 13
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 1, parte 14

A Very Potter Musical – Legendado – Ato 2, parte 1
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 2, parte 2
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 2, parte 3
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 2, parte 4
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 2, parte 5
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 2, parte 6
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 2, parte 7
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 2, parte 8
A Very Potter Musical – Legendado – Ato 2, parte 9

xoxo, Daninha


01
01/11
Arquivado em Cotidiano às 02:37

Que todos tenham um maravilhoso ano novo!

“Star light, star bright
First star I see tonight
I wish I may, I wish I might
Have the wish, I wish tonight “

xoxo, Daninha


24
12/10
Arquivado em Harry Potter, Livros às 04:18

Porque Eu queria bolas natalinas com o rosto do Harry com isso escrito, ma-as…
Então, boas festas a todos!

xoxo, Daninha


09
12/10
Arquivado em Arte, Cultura às 01:17

Então… Já se passaram 30 anos que ele morreu. Faz muita falta (mesmo que eu tenha vivido apenas metade deste tempo, ma-as…)

“What happened here,
As the New York sunset disappeared?
I found an empty garden among the flagstones there.
Who lived here?
He must have been a gardener that cared a lot,
Who weeded out the tears and grew a good crop.
And now it all looks strange.
It’s funny how one insect can damage so much grain.

And what’s it for,
This little empty garden by the brownstone door?
And in the cracks along the sidewalk nothing grows no more.
Who lived here?
He must have been a gardener that cared a lot,
Who weeded out the tears and grew a good crop.
And we are so amazed! We’re crippled and we’re dazed…
A gardener like that one, no one can replace.

And I’ve been knocking, but no one answers.
And I’ve been knocking, most all the day.
Oh, and I’ve been calling “Hey, hey, Johnny!”
Can’t you come out to play?

And through their tears,
Some say he farmed his best in younger years.
But he’d have said that roots grow stronger, if only he could hear.
Who lived there?
He must have been a gardener that cared a lot,
Who weeded out the tears and grew a good crop.
Now we pray for rain, and with every drop that falls…
We hear, we hear your name…

And I’ve been knocking, but no one answers.
And I’ve been knocking, most all the day.
Oh and I’ve been calling ,oh hey, hey, Johnny!
Can’t you come out to play,
In your empty garden?
Johnny?
Can’t you come out to play, in your empty garden?”

“Empty Garden” – Elton John

xoxo, Daninha